sábado, 31 de julho de 2021

Cê gosta de queijo? Saiba como escolher e comprar um bom queijo!

 



Cê gosta de queijo? Saiba como escolher e comprar um bom queijo!



Já falamos aqui sobre os tipos de queijos mineiros e as regiões produtoras de queijo em Minas Gerais. Também já fizemos uma brincadeira super divertida dando dicas de queijos para cada signo do zodíaco, aqui. Demos, ainda, ótimas indicações de lojas de produtos mineiros em BH onde você pode comprar um queijim, dentre outras iguarias tipicamente mineiras, neste post aqui, ó!


Agora, vamos dar dicas de tudo o que você precisa saber para escolher e saber comprar um bom queijo — se for mineiro já  é meio caminho andado! Vamo nessa?


Conheça a origem do queijo

Principalmente no caso de queijos feitos de leite cru, é importante conhecer a origem, seja direto do produtor seja por meio de alguma certificação e/ou cooperativa que garanta a qualidade do queijo (em Minas, há várias reconhecidas).


Enquanto fresco, esse tipo de queijo pode conter bactérias patogênicas que fazem mal à saúde. Se não tiver certeza sobre a procedência do queijo, é mais seguro optar pelos maturados, facilmente encontrados em mercados, empórios e feiras.


Confira o prazo de validade 

Fique atento ao prazo de validade, principalmente de queijos frescos (como mascarpone, ricota, cottage, minas frescal e queijo de coalho), e evite comprar se estiver muito próximo do vencimento — a menos que vá consumir de imediato e o queijo ainda estiver com aspecto bom. Também não compre se notar que os queijos estão mal acondicionados ou mal refrigerados. 


Caso for comprar um pedaço que foi retirado de um queijo maior, peça para que a data de validade seja impressa corretamente na etiqueta junto com o peso e valor.


Alguns queijos não apresentam data de validade, mas de produção, pois seu processo de maturação é mais lento e longo, fazendo com que não só durem por mais tempo (às vezes, por meses ou até anos), mas também com que vá apurando seus aromas, texturas e sabores.


Observe a aparência do queijo

Avalie aspectos de aroma, aparência e sabor. Evite comprar se o queijo estiver ressecado, com sinal de mofo ou com partes esbranquiçadas (não se aplica ao blue cheese, camembert e gorgonzola) e odor ácido.


Preste atenção na cor: um queijo de boa qualidade é, em geral, uniformemente amarelado. Se for muito brilhante, pode ser que tenha sido adicionado corante ao queijo.


Outro indicativo para aferir se a qualidade do queijo é boa ou não, são os furinhos (ou olhaduras): eles devem ser mais ou menos do mesmo tamanho e uniformemente distribuídos. 


Colorações rosadas ou avermelhadas na casca do queijo também podem ser sinal de contaminação (fungos indesejáveis).


Queijos quebradiços, rachados ou pegajosos também devem ser evitados. Se for um queijo em conserva, o líquido não deve ser opaco.


Experimente antes de comprar 

Sempre que for possível, o ideal é experimentar um pedaço do queijo antes de comprar. Excesso de sal (truque usado para fazer o queijo durar mais tempo), gosto de amônia ou acidez excessiva são maus sinais. Amargor pode indicar excesso de coalho, um dos componentes do processo de produção de alguns tipos de queijo.


Se não for possível provar, tente ao menos sentir o cheiro. Tanto odores fortes e desagradáveis quanto ausência de odor são sinais de alerta. O queijo deve ter cheiro característico de leite (junto com o dos demais ingredientes específicos de cada tipo de queijo). Quanto menos leite na composição, menos pronunciado será o sabor do queijo — que talvez nem chegue a ser um queijo de verdade, nesses casos, mas um produto derivado.


Armazene da forma correta

Bom, essa dica já foge um pouco da proposta inicial de ajudar você a escolher um bom queijo. Mas de nada adianta fazer uma boa compra se você não souber depois como conservar bem o queijo, não é mesmo?


Se o queijo que você comprou estiver envolto em plástico, por exemplo, o ideal é retirar ao chegar em casa, pois o queijo precisa de ar e umidade para manter-se na melhor condição. Queijos frescos devem ser mantidos refrigerados, de preferência em uma queijeira (ou recipiente de vidro com tampa).


curador de queijo minas bendizê

Curador de queijo

Evite guardar o queijo próximo de peixes, carnes e bacon ou na prateleira de embutidos.


Se você é um(a) grande apreciador(a) de queijos, considere comprar um pequeno maturador. Além de dar um toque de charme na decoração da sua cozinha (em especial, se você curte um estilo mais rústico), você poderá buscar entender cada vez mais sobre esse vasto universo dos queijos, comprar diferentes tipos e aprender o básico da maturação para degustar queijos cada vez mais saborosos em sua casa. 


O próximo passo será aprender sobre harmonização de queijos com vinhos, cervejas e cafés, que tal? Queijo é bão com tudo, uai! 


Agora que você já sabe como escolher e comprar um bom queijo, conheça também os 8 patrimônios imateriais de Minas Gerais (sabia que o modo artesanal de fazer o queijo de Minas é um deles?).


Créditos:https://blog.estilobendize.com.br/como-escolher-um-bom-queijo/

Nenhum comentário:
Faça também comentários