terça-feira, 29 de junho de 2021

5 CAFÉS MAIS CAROS DO MUNDO PARA TORRAR A GRANA!

 


5 CAFÉS MAIS CAROS DO MUNDO PARA TORRAR A GRANA!





Você já parou para pensar em qual foi o café mais caro que você já provou? E no quanto você gastaria para provar uma versão super premium da bebida? Que tal conhecer alguns dos cafés mais caros do mundo?



Sim, isso mesmo que você leu. Se você acha que a Starbucks tem café caro é porque ainda não conferiu a nossa lista. As bebidas que serão apresentadas a seguir são feitas de jeitos únicos. Algumas possuem um modo de cultivo refinado e outras um processo de produção especial. Desse modo, o preço é elevado ao máximo.


Então, que tal fazer uma aposta? Se você acertar o valor do café mais caro do mundo, eu te pago um e vice-versa. Brincadeiras à parte, vamos então conferir o ranking?


OS 5 CAFÉS MAIS CAROS DO MUNDO

Prepare o cheque ou o empréstimo e conheça agora os 5 cafés mais caros do mundo em ordem crescente.


1. JAMAICA BLUE MOUNTAIN COFFEE

O Jamaica Blue Mountain Coffee é um dos cafés mais caros do mundo por conta de onde ele é produzido. Nesse sentido, acho que o nome já oferece uma dica.


Seu cultivo ocorre a cerca de 1.500 metros acima do nível do mar e em uma montanha, e esse café possui um selo de qualidade internacional. Além disso, por conta do pouco espaço, sua safra é bastante limitada, o que o torna ainda mais especial.



Para provar seu sabor leve e sem amargor, é só desembolsar cerca de US$ 200. Ou seja, R$ 1.056,54.


Jamaica Blue Mountain Coffee, um dos cafés mais caros do mundo.



2. HACIENDA LA ESMERALDA

Luxuosa, com notas florais e sabor levemente gramado. Essa é a descrição da bebida da Hacienda la Esmeralda no Panamá. O Geisha, como é conhecido, é cultivado a 1.800 metros acima do nível do mar.


Ficou com vontade de provar uma xícara? É só desembolsar cerca de US$ 400. Convertendo, isso equivale a R$ 2.000.


Hacienda La Esmeralda também é um dos cafés mais caros do mundo.



3. CAFÉ DE JACU

Estava achando tudo barato até agora? Então, prepare-se que, dessa parte daqui em diante, os cafés mais caros do mundo tornam-se um pouco… Esquisitos. Para dizer o mínimo.


O Jacu é um pássaro e é uma importante etapa do processo de produção. Sim, mas calma que tem mais. Afinal, você pagaria US$ 1.150 (R$ 6.075) por um café que passa pelo sistema digestivo de um animal.


De acordo com especialistas, ao fazer esse caminho peculiar, o grão ganha enzimas e ácidos que dão um sabor especial.





4. BLACK IVORY COFFEE

O Black Ivory Coffee é um dos cafés mais caros do mundo por dois motivos. O primeiro é por seu cultivo a 1.500 metros de altitude na Tailândia. Até aí, tudo bem.


No entanto, o segundo é porque o grão passa pelo sistema digestivo de um elefante. Com um sutil gosto de chocolate e ervas, desembolse US$ 1.200 (R$ 6.300) para prová-lo.





5. KOPI LUWAK

O último da lista dos cafés mais caros do mundo também passa pelo sistema digestivo de um animal. Dessa vez, do Civeta, que, típico da Indonésia, auxilia na fermentação natural do grão. Para provar essa bebida com leve sabor de frutas vermelhas, pague US$ 2.880 (R$ 15.214).




Por fim, queremos saber: já teve o privilégio de experimentar algum deles? Conte pra gente como foi!



Créditos:https://www.acasaencantada.com.br/receita/5-cafes-mais-caros-do-mundo-para-torrar-a-grana/

Nenhum comentário:
Faça também comentários