terça-feira, 25 de agosto de 2020

Filé de Saint Peter mediterrâneo

 



Filé de Saint Peter mediterrâneo

1 filé de saint-peter
1 dente de alho bem picado
4 tomates-cereja cortados ao meio
1 colher de sopa de azeitonas pretas sem caroço
1 colher de sopa de folhas de manjericão fresco
1 colher de sopa de suco de limão
1 dose de vinho branco
5 colheres de azeite extra-virgem
sal e pimenta do reino moída
1 folha de papel alumínio

dá pra um comer, então faça vários!
Faça uma marinada com os tomates cereja cortados, as azeitonas, manjericão e o azeite. Dê uma leve esmagada nos tomates e deixe por meia hora até os sabores se misturarem. Esse passo não é obrigatório, mas faz uma diferencinha no peixe lá no final. Tempere o peixe com sal e pimenta a gosto. Abra a folha de papel alumínio, com a parte mais brilhante virada para cima; disponha um pouco da marinada, coloque o peixe por cima e jogue o restante da marinada por cima do peixe. Esprema o limão por cima de tudo. Comece a fechar o alumínio, e jogue a dose de vinho branco lá dentro também. Feche bem o alumínio, tomando cuidado para não derramar nada. Coloque numa travessa de vidro, que assim o alumínio não gruda, mesmo se o caldo vazar, e leve ao forno pré-aquecido a 200º por cerca de 15 minutos. Pronto!
Achei legal servir esse peixe como entrada, um filé por pessoa. Assim não corre o risco de alguém querer repetir. Por outro lado, pode ser um jantar light para uma noite em que você não quer servir algo que deixe as pessoas sonolentas depois, se é que você me entende ;-)
Receita inspirada no livro Jamie Oliver – O chef sem mistérios
variacao da receita de file de saint peter mediterraneo

Atualização —
Essa receita é sem dúvida um dos maiores sucessos aqui do blog. E também faz um sucesso danado lá em casa. Então resolvi colocar algumas outras variações dela que tenho experimentado, para vocês testarem também! :-)

 Tomatinhos no saint peter
Ficou uma delícia usar tomates sweet grape nesse prato. Se conseguir encontrar, tem até tomates amarelos também, ficam lindos!

 
Toque de shoyu
Também fica interessante dar um ar oriental. Se quiser arriscar, troque também o manjericão por coentro, e acrescente um pouco de amendoim torrado e quebrado ao final. Vai dar uma pegada toda diferente para o prato, e também fica interessante!

 Molho pesto
Tem gente que fala que queijo não combina com peixe, mas eu discordo frontalmente. Se você animar de fazer uma delícia de molho pesto, asse o peixe com menos temperos e, depois de pronto, distribua um bocado ali por cima. Maravilha!

Créditos:http://www.eujacomi.com.br/file-de-saint-peter-mediterraneo/


Nenhum comentário:
Faça também comentários