quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Alho Negro Caseiro - Como fazer?

Desde que conheci o alho negro, coloquei na cabeça que iria dar um jeito de fazê-lo em casa.
Sabia que o alho deveria sofrer um longo processo de maturação, com temperatura (cerca de 60ºC) e umidade controladas.
Não sei como é o processo industrial do alho negro, mas o caseiro ficou bem parecido, embora um pouco mais úmido.
Depois de alguns dias na geladeira, o sabor do alho ficou praticamente idêntico aos que eu já havia comprado.
A pedidos, vou explicar o modo como fiz. Quem tiver interesse, pode pegar a essência do processo e tentar adaptar aos utensílios disponíveis em casa.

UTENSÍLIOS:
Panela elétrica de fazer arroz (capacidade de 10 copos)
Suporte com aproximadamente 20cm de diâmetro e 15cm de altura
Fita isolante
Papel Alumínio
Papel Manteiga

INGREDIENTES:
20 cabeças de alho comum de boa qualidade


MODO DE FAZER:

Cobrir a panela de arroz com 4 faixas de papel alumínio, distribuídas de forma a cobrir todos os lados internos do recipiente da panela de arroz. É importante que as faixas tenham cumprimento para cobrir todos os lados do recipiente e ainda sobrar o suficiente para cobrir as cabeças de alho (que serão colocadas depois).

Em seguida, fazer o mesmo com o papel manteiga, de forma a cobrir todo o papel alumínio.


Distribuir no fundo do recipiente uma camada de cabeças de alho.
Colocar o suporte sobre a primeira camada e fazer outra camada de alho.
Suporte para a segunda camada de alho não emprensar a camada inferior.

Segunda camada de alho.

Envolver o alho com as faixas de papel manteiga e alumínio.


Colocar mais uma camada de papel alumínio por cima de tudo.


 Colocar dentro da panela elétrica.


Vedar todas as saídas de vapor da panela com fita isolante.

A partir disso, ligar a panela na tomada e deixar na função de aquecimento por 21 dias.
No 21º dia, tirar a fita isolante e deixar por mais 5 horas.


Pronto!!! Basta abrir a panela e deixar o alho esfriar.
Depois disso, é só usar.
Que tal um Linguine com tomatinhos e alho negro? Fácil e rápido!

Demorado é só o alho negro mesmo...



DICAS E CONSIDERAÇÕES:

a) Quanto melhor o alho comum utilizado, melhor será o seu alho negro.
b) Conservar o alho negro, depois de pronto, em geladeira.
c) O suporte que eu tenho em casa é de metal. Acho que ele esquentou muito e deu uma ressecada nos alhos da camada de cima. Vou procurar um de madeira.
d) Não sei ao certo qual a temperatura interna da panela elétrica na função de aquecimento, mas li que a temperatura ideal é de 60ºC a 70ºC.
e) Outro teste que quero fazer é o de envolver cada uma das camadas em um pacote separado de papel manteiga e papel alumínio para ver se a umidade se conserva melhor.
f) O uso da fita isolante é essencial para que o alho não perca a umidade. Quando fiz sem a fita, o alho virou pedra.
g) Li algumas matérias interessantes no site do Alho Negro Luigi, incluindo uma que fala sobre os seus benefícios.
h) Para quem quiser fazer um alho profissional, há algumas apostilas anunciadas na internet que explicam o processo. Como não comprei nenhuma, não tenho indicação para fazer.
i) Comprei duas marcas de alho negro e achei que o da Marisa Ono é o mais saboroso e de textura mais cremosa.


Créditos:http://www.tampopogourmet.com.br/2012/05/alho-negro-caseiro-como-fazer.html

Créditos:Tampopo Gourmet,Por Maíra Hanashiro

Nenhum comentário:
Faça também comentários